domingo, 22 de fevereiro de 2015

Tudo a seu tempo


A espera nem sempre é agonia
e ansiedade.
Quando há certeza, ela é calmaria,
não velocidade.
E nada ao tempo antecede
sem a permissividade do destino,
nem o retrocede a vã vontade,
ou os apelos do desatino...

Nenhum comentário:

Postar um comentário