quarta-feira, 30 de maio de 2012

Diferenças abissais

Não busquei em você

a semelhança do espelho,

mas nossas diferenças

eram abissais!

Sei que na discórdia

também se cresce,

não nas discordâncias totais.

Até que passou, como tudo passa...

Entre o quase nada

e o tanto faz sem-graça e amarelecido

que ficou, sopram-me a paz,

o alívio e nenhuma vontade

de voltar atrás.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Eterno amor

 
Amor lácteo,
latejante.
Transborda e escorre
saciante.
Caudal de afagos,
devassa, inunda, sufoca,
mas não mata.
Mergulha, invade, afunda,
mas não morre...

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Partida exata


Sair da sua vida,
era inevitável, porque
quem ama quer ser amado.
Amar sem suplício,
e um  amor sem ser suplicante.
Só não sei se parti no exato instante.
Ponderável talvez é que eu tivesse ido antes,
inexplicável, sem razões,
sem réplicas fundamentadas,
sem defesas e inexata,
pois no fundo, bem lá no fundo,
separação dói muito, bem sei...
Mas ter razão é que mata!