segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Quem saberá?

O amor quando
se esvai,
onde será que ele
se esconde?

Quem sabe
pra onde
ele vai?
Quem sabe,
quem saberá?

O vazio da
dor que fica,
de onde vem,
pra onde irá?

Se o amor
com a dor
troca de posto,
ora prazer
ora desgosto,
tanto sorrir,
tanto sofrer...

Por que o amor
vem, se tem
que partir?
Por que vem,
se breve partirá?
Quem sabe?
Quem saberá?
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário