sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Olhos distantes

HÁ OLHOS DISTANTES
QUE NUNCA ESTIVERAM COMIGO,
MAS ME ADIVINHAM O ENREDO,
DESENCONTROS, DESABRIGOS,
MEUS SONHOS NÃO REVELADOS
E AS ESPERANÇAS QUASE MORTAS,
AMONTOADAS NO MEU ABISMO.
HÁ OLHOS DE SONDAGEM
SONSA E SORRATEIRA,
QUE, MESMO FECHADOS,
DESPEM-ME INTEIRA,
COM VORAGEM ATREVIDA.
MAS, O QUE IMPORTA?
É SÓ A MINHA ALMA EXPOSTA,
APENAS ELA ESTÁ DESPIDA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário