quinta-feira, 3 de maio de 2012

Partida exata


Sair da sua vida,
era inevitável, porque
quem ama quer ser amado.
Amar sem suplício,
e um  amor sem ser suplicante.
Só não sei se parti no exato instante.
Ponderável talvez é que eu tivesse ido antes,
inexplicável, sem razões,
sem réplicas fundamentadas,
sem defesas e inexata,
pois no fundo, bem lá no fundo,
separação dói muito, bem sei...
Mas ter razão é que mata!

Nenhum comentário:

Postar um comentário