quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Cai a Máscara

Neve, neve, neve.
Lua, lua, lua.
Leve, leve, leve.
Nua, nua, nua...
Perdida e solta ao vento,
despida mentira fria.
Talhada verdade dura.
Sua em tempo  lento
e breve, breve, breve...

Nenhum comentário:

Postar um comentário